Quero Lembrar
“Criticam tudo, e quero dizer mesmo tudo, sobre mim: o meu comportamento, a minha personalidade, as minhas maneiras; cada centrimetro de mim, da cabeça aos pés, dos pés à cabeça, é objecto de mexericos e debates. São-me constantemente lançadas palavras duras e gritos, embora eu não esteja habituada a isso. Segundo as autoridades definidas, eu devia sorrir e aguentar.”
Home Mensagem Arquivo Theme

31/05/2014 @ 9:56 com 5.893 notas
De adolescentes a mães zelosas, os gritos de uma direção à medida que pisou no palco do Sunderland provaram que são um fenômeno pop [ x ]
31/05/2014 @ 9:46 com 15.058 notas
30/05/2014 @ 21:03 com 1.182 notas
O essencial é a contingência. O que quero dizer é que, por definição, a existência não é a necessidade. Existir é simplesmente estar presente; os entes aparecem, deixam que os encontremos, mas nunca podemos deduzi-los. Creio que há pessoas que compreenderam isso. Só que tentaram superar essa contingência inventando um ser necessário e causa de si próprio. Ora, nenhum ser necessário pode explicar a existência: a contingência não é uma ilusão, uma aparência que se pode dissipar; é o absoluto, por conseguinte a gratuidade perfeita. Tudo é gratuito: esse jardim, essa cidade e eu próprio. Quando ocorre que nos apercebamos disso, sentimos o estômago embrulhado, e tudo se põe a flutuar como outra noite no Rendez-vous des Cheminots: é isso a Náusea; é isso que os Salafrários – os do Coteau Vert e os outros – tentam esconder de si mesmos com sua idéia de direito. Mas que mentira pobre: ninguém possui o direito; eles são inteiramente gratuitos, como os outros homens, não conseguem deixar de se sentir demais. E em si mesmos, secretamente, são demais, isto é, amorfos e vagos, tristes.
Jean-Paul Sartre, "A Náusea". (pág.193)
30/05/2014 @ 21:02 com 401 notas
Um dia desses, num desses encontros casuais talvez a gente se encontre. Talvez a gente encontre explicação.
Engenheiros do Hawaii.  (via sorriso-so-risos)
30/05/2014 @ 21:01 com 9.120 notas
30/05/2014 @ 20:59 com 31.459 notas
30/05/2014 @ 20:59 com 15.109 notas
30/05/2014 @ 20:51 com 10.512 notas
30/05/2014 @ 20:50 com 2.735 notas
28/11/2013 @ 16:26 com 29.262 notas

1 2 3 4 5 »


Theme:
SILENCIAR